ઇઉ Capítulo 1

Era uma manhã linda, e ali estava eu, indo trabalhar.
Acordar, caminhar, me sentar e ver pessoas entrando e saindo da biblioteca, fechar tudo e ir pra casa, dormir... Esta era a minha rotina, mas naquele dia, tudo estava prestes a mudar.
Ninguém na rua, era meu horário preferido para abrir a biblioteca e relaxar naquele lugar com cheirinho de livros velhos, estava encaixando a chave na porta, quando de repente um homem surge atrás de mim e diz, encostando algo nas minhas costas - Não faça alarde, apenas abra a porta, e depois que entramos, feche-a e tranque tudo, e assim você não vai sair ferida.
Meu coração acelerou de uma forma desesperadora... Seria uma pistola ali tocando minha costa? Deus porque logo comigo isso tinha que acontecer?
Abri a porta lentamente, entrei com ele logo atrás de mim, fechei-a sem perder tempo e tranquei. 

Minhas mãos estavam trêmulas, definitivamente aquele estava sendo o pior dia da minha vida. Estava muito nervosa, mal conseguia respirar de medo, quando de repente - ahahahahaha!!! Você viu isso? Isso foi incrível! Eu poderia atuar em filmes de ação e ganharia um oscar! hahahaha!
Tomei coragem e virei para olhar o rosto do meliante - Do que você esta rindo e... - espera, ele não parecia ser um assaltante - O que você quer de mim?

-De você? - ele me analisou de cima abaixo, e fazendo uma careta disse - de você eu não quero nada, valeu vovó... O negócio é o seguinte, eu só preciso ficar escondido aqui por um tempinho e depois eu vazo e você não vai ter nenhum problema, beleza?

-Mas o que.... Vovó? Eu tenho 32 anos, estou na flor da idade, garoto! - ele riu forçosamente - Não brinca, é sério? Meu Deus então porque atacou o guarda-roupa da sua avó?
-Eu não ataquei coisa nenhuma! Esse é o meu estilo e eu gosto dele, me sinto confortável.
-Estilo? Que isso mulher, você não tem nenhum gosto pra moda. - ele sentou-se numa poltrona ao lado dos livros bagunçados e fechou os olhos.

-Vai ficar ai assim? Você ainda não disse o que você quer! Onde esta sua arma? Não esta pensando em usá-la, não é?
-Arma? Que arma? Não tenho nenhuma arma não, dona!
-Mas e o que eu senti na minha costa!?

-Hahaha, era o meu dedo!!! Vixe, eu sou realmente muito bom... É o seguinte, estou fugindo de uns caras que estão querendo me dar uma lição por "não cobiçar a mulher do próximo quando o próximo estiver próximo" sabe qual é né?! Então... Eu não tenho tempo pra discutir com esses caras, então encontrei você e por acaso nos demos bem, você me deixou entrar e estamos aqui! Agora relaxa essa bunda, pega um livro, eu sei la! Daqui um tempo um vou embora e você vai até sentir a minha falta.
-Como é que é? Você me obrigou a te deixar entrar me assustando daquela forma! Sabe o que eu vou fazer se você não sair daqui agora? Eu vou chamar a polícia!
-Ah, você não faria isso... - ele parecia muito relaxado.
-Ah eu faria sim! - peguei o celular e ameacei digitar alguns números e - Eu não acredito em você - ele disse. Disquei o número e liguei - Alô, é da polícia? Tem um meliante aqui na biblioteca San Reis usando drogas e me trancou no banheiro! Por favor venha rápido! - desliguei.


-Usando drogas? O que? Minha senhora, você ficou doida? Aaaah eu tô ferrado! - Ele foi rapidamente até a porta para ir embora e - Esta trancada, lembra? Você me pediu pra fazer isso. - falei com um sorriso ironico.
-Abre essa porta agora! - ele gritou - Não, Agora você vai esperar a polícia! - ele me olhou com raiva e começou a andar até mim, e quando segurou nos meus braços, alguém bateu na porta - Abra, é a polícia!

O garoto fez uma careta e me soltou como quem sabe que agora não tem como fugir, fui até a porta e destranquei-a - Bom dia senhor policial, o meliante era aquele ali.
-Mas a senhora não estava presa no banh.. - o policial olhou para o rapaz e disse - Leo... Você de novo?
O rapaz abaixou a cabeça e saiu andando com um ar de decepcionado e raivoso e o policial o acompanhou - Desculpe dona, ele não perturbará mais a senhora, com licença. - os dois entraram na viatura e seguiram.

6 comentários:

David Veiga disse...

Jeeeeeeeeeeeeeeeh! <3
Menina, que saudades de ti e de tuas histórias! <3
Eu achei que não iria voltar mais! :( Mas voltou! <3

Já comecei gostando da tua nova história. E já tô imaginando o que vai acontecer! =3
HAHAHAHAHAHA, que malandro. Deu uma de assaltante, hahahaha, e imaginei a cena dele todo relaxado. Ai, ai...

Ah, eu voltei com meu diário do TS3 e tô pensando em fazer outro mas com o TS4, hahaha. Porque eu gosto de contar o que acontece no meu dia a dia no jogo e através de outras fotos acrescento uma história, hehehe.

Um beijo!

David Veiga disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
David Veiga disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
BeAz Sims disse...

Jooo!!! Que bom que está de volta!

Começa bem sua história, será que se vai apaixonar pelo assaltante?

Beijinho!

Maria Antonia disse...

que bom que vc voltou eu acompanho suas histórias a muito tempo! a minha preferida é CORAÇÃO DE PAPEL EU AMOOO ESSA HISTÓRIA eu também ja to gostando dessa e será que ela se apaixona??? bjss!!

Fernanda Galdino disse...

Você voltou!! ❤
Achei que não voltaria mais, que bom que voltou.